30 de setembro de 2014

13 chaves para uma vida mais calma

Estamos freneticamente ocupados em lidar com as coisas que nos fazem sentir freneticamente ocupados; a vida moderna resulta em tarefas que nos sobrecarregam, bagunça que consome nossos lares, detalhes pessoais e profissionais que preocupam nossas mentes. Para resolver tudo isto, a receita é simples: procurar solucionar os pequenos problemas que podemos, e deixar os outros seguirem seu curso.

Limpe sua agenda

Todos temos a tendência de abraçar o mundo, achando que podemos dar conta de tudo. Confundimos um excesso de tarefas com produtividade.
Mas não somos tão bons como pensamos. A capacidade das mulheres de lidar com múltiplas tarefas (emboraelas sejam melhores que os homens nisso), por exemplo, cai durante a ovulação, período em que os níveis de estrogênio são mais altos.
E a tecnologia nem sempre nos ajuda a ser mais produtivos, já que temos uma tendência a ficar mais tempo do que o necessário fazendo coisas como trocar e-mails em nossos smartphones — mesmo que não sejam importantes, ou que isso pudesse ser feito mais tarde, ou até mesmo ignorado.
Para fazer a limpeza nos seus compromissos, você só precisa tomar algumas atitudes simples.
Determine o que está consumindo o seu tempo. Durante um dia, a cada duas horas, anote exatamente o que você acabou de fazer, incluindo coisas como “ler as atualizações do Facebook durante meia hora” ou “digitalizar catálogos por 15 minutos depois de abrir o e-mail”. Você vai começar a ver que tem períodos de tempo que você não está aproveitando como poderia.
Pare de aceitar todas as tarefas. Normalmente, achamos que se aceitarmos novas tarefas, encontraremos tempo para elas, mas isto é autoengano. Experimente, em vez de aceitar de cara, dizer “deixe-me pensar como eu poderia fazer isso”, e então analise se você realmente pode fazer o que estão solicitando.
Tenha um plano. A maior parte das listas de “tarefas a fazer” não esclarecem, exatamente, como elas serão executadas, e as tarefas acabam parecendo maiores que são. Experimente anotar a maneira de fazê-las.
Vá e faça. Siga a regra dos dois minutos: se algo pode ser feito em dois minutos, vá em frente e faça-o. Você vai perder mais tempo pensando duas vezes nesta tarefa do que fazendo-a da primeira vez que pensa nela.
Considere as recompensas. Dentre os teus compromissos, devem haver alguns que te deixam mais disposto, e outros que te esgotam. Para todas as tarefas e compromissos que te esgotam, descubra quais recompensas você pode tirar deles e como aproveitá-las.

Limpe sua bagunça

As coisas vão se acumulando com o passar do tempo, normalmente por que não temos certeza se é a hora certa de nos livrarmos delas. E isso cria ansiedade, principalmente nas mulheres.
Quando você se livra do acúmulo de coisas e limpa o seu ambiente, também fica propenso a se livrar do acúmulo no seu próprio corpo, e a se remodelar.
Os passos para se livrar do acúmulo de coisas também são simples.
Pense pequeno. Pequenos atos de limpeza acabam desembocando em grandes atos de organização. Não pense em organizar toda a cozinha, por exemplo; se concentre em uma coisa de cada vez, como as caixas plásticas que estão começando a tomar conta dos armários.
Seja regular. Dedique-se a uma tarefa. Tenha um compromisso de, por exemplo, 10 minutos por dia, ou algumas horas durante vários fins de semana, e seja consistente e atento: desligue o celular e outras fontes de distração.
Decida o que é importante e o que pode ser descartado. Antes de começar a colecionar qualquer coisa, pergunte-se “se tudo fosse roubado, o que eu vou sair para comprar no dia seguinte?”.
Programe a coleta. 40% das pessoas que fazem limpezas acabam nunca retirando as coisas de suas casas. Agende uma coleta de doações de roupas usadas ou de móveis usados antes mesmo de começar a selecionar o que você não precisa mais.

Limpe sua mente

Não só as pessoas tem muita coisa para pensar no presente, como estão preocupadas com o futuro. Novamente, isso é especialmente verdade para as mulheres.
As preocupações atrapalham a concentração e a memória. Limpar sua mente é fundamental.
Elimine os pensamentos que incomodam. Os psicólogos falam do efeito Zeigarnik, que leva o nome de sua descobridora, a psicóloga Bluma Zeigarnik, que notou que os garçons conseguiam lembrar mais facilmente os pedidos incompletos que os que já foram servidos. O estudo que se seguiu mostrou que as pessoas têm 90% mais probabilidade de lembrar tarefas incompletas que as que já foram terminadas. Para parar de se preocupar com uma tarefa, basta dizer a seu cérebro que ela está completa.
Controle o que for possível. Quando tiver uma tarefa complexa, dedique-se ao que pode ser completado primeiro, como, por exemplo, terminar a introdução da apresentação em vez de ficar ruminando a formação da apresentação inteira. Isto vai ajudar a diminuir a ansiedade, e dar uma sensação de bem-estar em relação ao presente.
Faça alguma coisa prática. Seja limpar o jardim, amassar pão ou fazer algum artesanato, sempre que nos concentramos em algo tangível, paramos de pensar em coisas hipotéticas ou teóricas.
Gradue a perfeição em uma curva. Para todo, mundo chega o ponto em que a perfeição não é mais o que costumava ser. Adapte-se a isto. Aprenda a dividir responsabilidades, decida qual o esforço que você pode dedicar às suas tarefas (e então as execute). Você vai ver que tudo vai ficar bem. [CNN Health.com - Hypescience]

29 de setembro de 2014

Meu comentário sobre o debate dos presidenciáveis de ontem a noite

o Levy e o Pastor são uma completa piada!
Marina Silva trás a sociedade para tomar decisões importantes.
Já o Aécio disse mesmo que ele que vai tomar as decisões, só ele. O tal mais do mesmo.
A Luciana tem boas ideias mas crê ingenuamente em uma política estritamente de esquerda que funcione e, também, ela "acha" muita coisa, mas não sabe algumas, fala em instituir o imposto sobre grandes fortunas (quem tem conhece direito tribuário sabe da dificuldade de se definir o que são grandes fortunas).
O Eduardo, como ele mesmo disse "o PV é um partido pequeno mas com grandes ideias". O mundo é feito de grandes ideias, uma pena que para alguns o tamanho é documento e ainda o partido não tem força suficiente nesse país. Todos falaram em direito dos trabalhadores mas só o Eduardo colocou uma coisa pontual que deve ser mudada, jornada de 44h para 40h.
A Dilma só chove no molhado, e ignora tantos problemas do seu governo, mas ainda tem boas opiniões sobre penalização de menores, mas até agora só fez opinião.
Legal a cara da Luciana enquanto o Levy falava homofobicamente; ela devia estar pensando "deixa o vovô falar merda". Que educado ele chamando a argentina de louca, bah.
O Pastor diz deus o livre o Brasil ter relação comercial com países como o Estado Islâmico e seus atos terroristas, e depois diz que o Brasil deve contratar com "qualquer" país que quiser contratar com o Brasil. "Lamentavelmente" eu não entendi.
Não estarei no meu domicílio, vou justificar. Não puxo pra partido. Gosto das teses do PV. Mas gosto mais da Marina porque a acompanho desde quando era do PV, sem campanha, só acredito que ela seja a mais coerente pra esse País.
Link do youtube, Debate Presidencial 2014 - Completo - TV Record - 28/09/2014 - HD: https://www.youtube.com/watch?v=WonPXDEWDrU
(Meu comentário sobre o debate de ontem a noite, minhas opiniões).

O antigo presídio de Ushuaia, na Argentina, virou espaço cultural.


23 de setembro de 2014

Coragem

"É preciso ter coragem para ter um ponto de vista e ainda estar extremamente interessado no ponto de vista dos outros. Isto acontece na extensão em que você está preparado para mudar o seu ângulo de visão. Significa dizer: eu sou flexível e agradeço por haver tantas formas de ver; eu tenho humildade para aprender; eu procuro estar com você no mesmo terreno, ao invés de me opor a você para manter um território pré-estabelecido."
Mike George, Do you ever argue? Purity, March 2007

Alegria

"Alegria é uma de minhas virtudes originais. Mesmo estando presente, talvez ela esteja coberta de pó. Porém, quando começo a usá-la e experimentá-la, nada me abala mais. A alegria me permite voar acima das situações complexas e me faz vê-las como pequenas trivialidades abaixo de mim, como se eu estivesse observando tudo de um avião. A alegria me permite enfrentar pessoas em estado negativo, não com brigas ou discussões, mas com amor e compreensão, ajudando elas a se libertar de suas próprias cargas. Alegria é poder."
Nícolas Dan Buis

10 hábitos para viver mais tempo

Escrito por Pedro Santos


O fator mais importante para determinar sua expectativa de vida futura está nos hábitos que você cultiva no presente. A guerra contra o envelhecimento é composta de pequenas batalhas que enfrentamos todos os dias em nossa vida. Doenças crônicas, como câncer e diabetes, por exemplo, são algumas das principais causas de morte prematura. Para combatê-las, é preciso desde já transformar os maus hábitos em atitudes proativas e saudáveis. Dessa forma, é possível ter um estilo de vida com qualidade, ou seja, viver bem depende de você. Confira agora nossas dicas para viver muito mais e melhor.


Frutas, legumes e verduras

A primeira mudança de hábito começa pela boca. Se você não come diariamente legumes, frutas e vegetais, alguma coisa está faltando no seu cardápio. Pessoas que consomem grande variedade desses alimentos têm menores taxasde doenças crônicas. Além disso, eles ajudam a manter um peso cor­po­ral saudável e a viver por mais tempo. Lembre-se: quanto mais colorido for o seu prato, melhor. As diver­sas cores das fru­tas e veg­e­tais rep­re­sen­tam difer­entes nutri­entes e antiox­i­dantes. As anto­cian­i­nas, por exem­plo, ajudam a com­bater o cresci­mento de célu­las can­cerígenas. Essa substância está presente em frutas, como morango, uva e açaí. Uma dica para inserir esse hábito na sua rotina é comprar, pelo menos, uma nova fruta, legume ou verdura toda vez que você fizer compras no mercado. Sua saúde (e seu paladar) agradece.

Durma bem

Dormir é uma das mais importantes funções que o nosso corpo usa para regular e curar nossas células. É o período em que o organismo repõe as energias gastas durante o dia, preparando nosso corpo para o dia seguinte. Então, uma boa noite de sono é fundamental para ter mais disposição para cumprir nossa rotina diária. Ainda assim, dormir bem é algo que varia de pessoa para pessoa, pois algumas podem precisar de muitas horas e outras nem tanto. Em geral, é recomendável dormir, pelo menos, seis horas por dia. Em vez de dormir menos para ganhar mais horas de atividades por dia, durma mais para acrescentar anos à sua vida.

Beba mais chá

Manter o hábito de beber chás é uma atitude que vai proporcionar momentos relaxantes para você e para o seu organismo. A bebida possui nutrientes essenciais que contribuem para o bom funcionamento do nosso corpo. Entre as suas variedades, a infusão mais saudável é o chá verde, que tem como princípio ativo os polifenóis, substâncias responsáveis por diminuir os níveis de colesterol. Além disso, o chá verde contribui para a saúde bucal e tem efeito antioxidante, diminuindo a produção de radicais livres, substâncias responsáveis pelo envelhecimento. Quente, morno ou gelado, não importa. Uma xícara de chá verde por dia, ao menos, fará uma diferença tremenda na saúde do seu presente e do seu futuro. Cuidado com os excessos: tomar muito chá pode irritar o estômago e afetar o sistema nervoso central, produzindo efeitos colaterais como a insônia e a irritabilidade.

Escove bem os dentes


Escovar os dentes é um hábito que contribui para sua longevidade como ser humano. Dentes limpos afastam bactérias que causam a peri­odon­tite e cáries, que em casos mais graves, ultrapassam os limites dos dentes e das gengivas atingindo nossa corrente sanguínea. Uma vez espalhadas no organismo, elas causam uma série de inflamações e aumentam o risco de doenças cardiovasculares. O hábito de usar fio dental, pelo menos uma vez por dia, é outra medida fundamental para viver mais e melhor, pois ele alcança lugares onde a escova não chega. Por isso, é um aliado para remover as bactérias nocivas ao ser humano.

Pratique exercícios físicos

A inativi­dade e a perda de massa mus­cu­lar acel­era o processo de envelhecimento. Um estilo de vida mais ativo faz com que as mudanças causadas pela idade sejam combatidas. Estima-se que, ao menos, 15 minutos de exercício diário com intensidade moderada podem nos acrescentar até três anos de vida. A verdade é que a prática de exercícios físicos é a principal aliada contra doenças crônicas, especialmente as cardiovasculares. Corrida, cam­in­hada e natação são ape­nas alguns dos exercícios que devem virar hábito diário se você deseja uma vida melhor e saudável. 

Mantenha relações sociais


Relações sociais saudáveis são excelentes aliados na busca pela longevidade. Manter as amizades, por exemplo, é um hábito que nos ajuda a enfrentar os momentos difíceis com leveza e alegria. Faça questão de se encontrar com os amigos, compartilhar experiências e dividir dores, temores e angústias. Ninguém faz sucesso sozinho. Manter pessoas boas e confiáveis sempre ao redor é um hábito que vai levar você à estabilidade emocional e, consequentemente, a uma melhor qualidade de vida. Amigos ajudam a combater sentimentos negativos que podem vir com o avanço da idade, como a depressão.

Consuma alimentos integrais


Alimentos compostos por grãos e cereais são aliados fundamentais na busca por uma vida mais saudável, pois eles não passaram por nenhum processo de refinação. Por isso, conservam todos seus componentes originais, incluindo cascas e películas protetoras. Aí, está sua principal vantagem: concentram vitaminas e minerais. Além disso, esses alimentos possuem fibras solúveis capazes de serem digeridas e também ajudam a reduzir o colesterol e a glicose sanguínea. Alimentos, como o mamão e a aveia, contribuem para o bom funcionamento do intestino. Em compensação, evite carboidratos brancos e pobres em nutrientes, como alguns tipos de pães, farinha, arroz branco e açúcar. E invista mais em frutas, vegetais, cereais e pães integrais.

Ômega-3

Os ácidos ômega-3 são uma verdadeira fonte da juven­tude para todos. Diversos estudos comprovaram que indivíduos com índices mais elevados da substância no sangue possuem menores taxas de doenças do coração. O ômega-3 também contribui para diminuir consideravelmente as taxas de envelhecimento cromossômico. Como não é produzida pelo organismo, essa gordura natural precisa ser ingerida através da alimentação. Portanto, vale a pena inserir em seu cardápio alimentos, como salmão, atum, lin­guado, cav­ala e sardinha. Todos eles apresentam altas taxas de ômega-3. Outras fontes são: chia, linhaça (óleo, semente e farinha), vegetais verde escuros (couve, espinafre e rúcula), castanha do Brasil e nozes.

Não guarde rancor

Uma das principais dicas para viver mais, melhor e em paz é evitar, a todo o custo, guardar sentimentos negativos, como o rancor. Quando você está estressado ou nervoso, os níveis de cortisol aumentam no sangue. Isso causa danos ao seu coração, metabolismo e sistema imunológico. Além disso, taxas altas desse hormônio são associadas a doenças, como depressão. Portanto, tenha o hábito de, na medida do possível, resolver os problemas assim que eles apareçam. Outra alternativa é não deixar pequenos problemas crescerem como uma bola de neve. Dessa forma, com menos sentimentos negativos no organismo, você conseguirá viver de forma mais saudável e tranquila.

Pare de fumar

Se você ainda fuma, é hora de repensar suas atitudes. Cigarro e vida longa são elementos completamente opostos. Dependendo da quantidade de cigarros que você fuma por dia e da capacidade de seu pulmão, o hábito de fumar pode tirar até dez anos de vida. Pior ainda: o fumante também causa danos às pessoas que estão a sua volta, que são os fumantes passivos ao inalar a fumaça do cigarro. A nicotina atrapalha a irrigação sanguínea, prejudica a oxigenação das células cutâneas e desidrata a pele. Além disso, os fumantes correm 70% mais risco de sofrer um infarto em comparação com quem não fuma. É hora de apagar o cigarro para sempre!

20 de setembro de 2014

20 de Setembro

Gosto muito da cultura tradicionalista do Rio Grande do Sul, dancei em CTG, andei bastante à cavalo, estudei e vivi a nossa cultura em alguns pagos por aí... Mas sempre me perguntei o porque de comemorarmos esse dia, sendo que foi o dia em que perdemos uma guerra e todos os ideais que tínhamos para nosso RS foram engessados como os de outros estados.
Então, que a nossa cultura tradicionalista gaúcha permaneça sempre com a chama acesa, cultivemos as músicas e danças gauchescas, as lidas, as rodas de chimarrão e tudo o mais que nossa cultura tradicionalista envolve para o ponto positivo. Porém, também façamos essa reflexão que o Gabriel Divan fez, e que eu fiz a partir do texto compartilhado por ele.

"Se há uma coisa que é verdadeiramente "tradição" no Rio Grande do Sul, desde 1835, são aristocratas ficarem choramingando em relação a "impostos" e encobrindo a lamúria com algum nome pomposo e (suposto) objetivo político maior.
Lamento, mas não 'comemoro' - como muitos - na data de hoje, uma guerra perdida como se tivesse sido ganha. Aliás - posso estar errado - é talvez o único caso de um orgulho institucionalizado em relação a uma "revolta" que não deu em nada.
A respeito do 'hino riograndense', duas coisas:
sou capaz de citar muitos, mas muitos mesmo, povos que tinham muita 'virtude' e que foram covardemente escravizados;
em relação ao fato de que todos os líderes 'revolucionários' terminaram a vida "assalariados" (ou 'pensionistas') do próprio Império de quem eles 'queriam' independência, e vendo o modo como as alianças políticas agem hoje em dia, a "façanha" dessa turma que vem servindo de "modelo", pelo visto, é a corrupção.
(como já cansei de compartilhar o famoso "Manifesto..." do Tau Golin, nessa época, vai aí o texto do Viracasacas sobre o episódio do Casamento Gay no CTG)."


SIRVAM NOSSAS VERGONHAS DE MODELO A TODA TERRA


Havia prometido a mim mesmo que não escreveria nada neste ano a respeito da semana farroupilha, mas diante do ocorrido recentemente (o incêndio do CTG onde se realizaria um casamento homoafetivo em Santana do Livramento) e dos comentários preconceituosos e limitados que sou obrigado a ler, não consegui me aguentar. Estou plenamente consciente das repercussões negativas, das discordâncias que virão, das acusações e etc., mas é impossível se calar diante de tais circunstâncias.
No Rio Grande do Sul se venera uma história falsa com heróis inventados, utilizando isso para fundamentar preconceitos e atitudes retrógradas. Não tenho nada contra quem gosta de música gauchesca, gosta de se pilchar, andar a cavalo e tudo o mais. Não é a isso que me refiro. Só penso que temos que botar os pingos nos is.
É comum se pensar e cultuar a revolução farroupilha como se tivesse sido um movimento separatista, republicano e abolicionista. Mentira. Vamos por partes. Os farroupilhas, em sua grande maioria, nunca quiseram se separar do Império brasileiro, o que eles desejavam era um estado federativo onde o estado tivesse maior autonomia na questão tributária e de fronteiras, para beneficiar os proprietários de terras e apenas eles. Não se pensou no caboclo, no índio ou no trabalhador das estâncias. Os líderes do movimento, todos eles estancieiros, buscavam apenas o que era melhor para os seus interesses, exclusivamente. O ato de Neto, ao proclamar a república rio-grandense, trouxe surpresa a muitos líderes farroupilhas e foi um ato para afirmar as exigências do grupo. Se não fosse este o caso, porque diversos farroupilhas, finda a revolução, acabaram ingressando no exército imperial?
O mito do abolicionismo farroupilha é de revirar o estômago. Se os revolucionários queriam tanto dar a liberdade para os escravos porque não o fizeram durante a revolução? Passaram-se dez anos e os escravos foram meramente transformados de trabalhadores açoitados pelos estancieiros a bucha de canhão para os farroupilhas. Existem fortes evidências, inclusive, que o “herói” David Canabarro levou para a morte todos os negros de seu batalhão em Porongos para forçar o acordo de paz com o então Barão de Caxias.
Mais do que isso ainda: qual foi o destino dos escravos que lutaram pelos farroupilhas? Enviados para o Rio de Janeiro para prestar trabalhos forçados ao Império, ou seja, continuaram a ser escravos. Enquanto isso, os líderes da revolução foram indenizados e levaram de volta para suas estâncias mais escravos. Porque continuariam a ter escravos se fossem abolicionistas?
A revolução farroupilha foi um movimento dos ricos para os ricos. Dos poderosos para os poderosos, nada mais. Liberdade para se ganhar dinheiro, igualdade na hora de se cobrar impostos e humanidade para os ricos e brancos.
Apesar disso, hoje a revolução e seus heróis possuem igrejas próprias onde o culto a uma história criada é praticado diariamente e onde os mesmos preconceitos do século XIX é mantido quase intacto. Nestes lugares não são aceitos gays e as mulheres devem cumprir um papel pré-designado de segundo escalão. Não é estranho a ninguém a cultura homofóbica e misógina de um CTG, bem pelo contrário, parece que é um lugar criado exatamente para proteger esta cultura machista do resto do mundo.
Neste momento podemos ingressar na questão do casamento gay em Santana do Livramento. Os opositores de que isso acontecesse atuam da mesma forma que qualquer fanático religioso. Deve-se respeitar o local, deve-se respeitar as tradições. Vejam: A união do casal de mulheres dar-se-ia durante um casamento coletivo. Este fato é de suma importância. Ninguém estava obrigando o CTG a sediar a cerimônia, pintar suas paredes de cor-de-rosa e ostentar uma bandeira do arco-íris. Vários casais iriam celebrar sua união e, entre eles, havia um casal homoafetivo. Aí entra a principal parte. Como, em um Estado Democrático de Direito, um local não-religioso pode se negar a atender uma determinada camada da sociedade? O patrão do CTG não ia celebrar o casamento, o CTG era o mero local onde isso ocorreria.
Qual o próximo passo? Um hotel que não aceita índios? Um clube que não aceita mulheres, a não ser como empregadas? Segregação em terras brasileiras, era só o que faltava.
Todos possuem o direito à livre associação e reunião. Qualquer um que queira se reunir para ouvir música ou dançar pode fazer isso. O que não é aceitável é continuar a se utilizar de um escudo chamado “tradição” para perpetuar atitudes preconceituosas.
Todos que possuem noção disso têm o dever de se manifestar. Uma parte da população gaúcha (apenas uma parte, que fique claro!) está manchando todo um estado. Em poucos dias a imagem do gaúcho, nacional e internacionalmente, é a de uma pessoa racista e preconceituosa, o que não corresponde com a realidade. Chega de desculpas, é hora de mudanças, antes que mudem nosso hino para “Sirvam nossas vergonhas de modelo a toda a terra.”.
P.S. É lógico que nenhum dos fatos aqui colocados foram de minha autoria. Para quem quiser saber mais sobre o assunto existem ótimas obras dos historiadores Tau Golin, Juremir Machado da Silva, Moacyr Flôres e Sandra Pesavento, entre outros.

19 de setembro de 2014

Virtude

“Se fico pensando nos pontos fracos de alguém, posso ficar chateado e até irritado. Eu fico pensando “Por que essa pessoa tem que ser assim?” ou “Por que ela sempre faz isso?”. Por outro lado,  se eu penso sobre as qualidades dela, minha mente fica leve. Assim sou influenciado pela doçura dessa pessoa e não pela fraqueza dela. O mundo é um show variado e o papel de cada um é diferente.”
Brahma Kumaris

Inezita Barroso

"A Inezita era o motivo do momento que mais valia a pena para uma criança, passar um tempo com a mãe, um tempo único com boa música. Eu ainda era pequena e pulava cedo da cama todo sábado pra prestigiar a Inezita ao lado da minha mãe, hoje já não passo tanto tempo com ela, falta Inezita em nossas vidas. Nunca mais vi minha mãe feliz do jeito que era quando estava vendo a Inezita. Queria dar um pouco de Inezita a minha mãe pra ver seu sorriso verdadeiro de novo. Falta Inezita no nosso mundo de hoje. 
Deixo aqui meu desabafo, de uma jovem que apesar de toda manipulação da mídia com as músicas de hoje em dia, sabe o que é uma boa música. 
A partir de hoje vou acordar cedo no domingo pra ver Inezita ao lado da minha mãe e tomar um bom chimarrão.

Cristiane Rabaioli Prestes




18 de setembro de 2014

Virtude do outro

“Hoje eu farei um esforço verdadeiro para ver pelo menos uma virtude em cada pessoa que eu encontrar. Eu sei que ninguém é perfeito, então por que fixar-me nos defeitos de alguém? Se eu ativamente procuro pela bondade nos outros, ela pode ser encontrada. Não existe um ser humano sequer que não possui pelo menos uma virtude. Que hoje eu olhe para cada pessoa com essa virtude específica em mente.”
Brahma Kumaris

11 de setembro de 2014

Alma


“O corpo é como um templo; a alma é como uma centelha de luz. O corpo é como um carro; a alma é como o motorista deste carro. O corpo e o cérebro são como um computador; a alma é quem programa e usa o computador. É dito que a alma é uma estrela minúscula que vive no centro da testa, entre as sobrancelhas. Aqueles que praticam a consciência da alma se tornam auto soberanos.”
B.K. Jagadish Chander, Easy Rajyoga, Brahma Kumaris Ishwariya Vishwa Vidyalaya, Mount Abu

10 de setembro de 2014

Pureza

“É preciso coragem para ser puro. É preciso coragem para ser inocente e cheio de esperança em uma sala cheia de pessoas que expressam cinismo e sarcasmo. É preciso coragem para buscar o positivo em cada situação. Pureza é a experiência das minhas próprias qualidades originais e eternas. Essas qualidades são todas positivas, entretanto elas tem sido encobertas com negatividade devido às experiências de vida e condicionamentos. Que hoje eu tenha a coragem de ser puro.”
365 Beautiful Thoughts, Brahma Kumaris, Canada

9 de setembro de 2014

PNL

programação neurolinguística (ou simplesmente PNL) em suma significa: 'como as palavras (linguística) podem atingir a mente (neuro) e produzir uma ação (programação)'. É baseada num conjunto de modelos, estratégias e crenças que seus praticantes utilizam visando uma comunicação positiva e eficiente entre as pessoas e consigo mesmo com o objetivo de conquistar a excelência e o desenvolvimento pessoal e profissional. É baseada na ideia de que a mente, o corpo e a linguagem interagem para criar a percepção que cada indivíduo tem do mundo, e tal percepção pode ser alterada pela aplicação de uma variedade de técnicas. A fonte que embasa tais técnicas, chamada de "modelagem", envolve a reprodução cuidadosa dos comportamentos e crenças daqueles que atingiram o "sucesso".
A programação neurolinguística surgiu na Universidade da Califórnia (EUA) no final dos anos 60 e início dos anos 70 com John Grinder e Richard Bandler. O foco original da PNL foi o estudo dos padrões fundamentais da linguagem e técnicas de três terapeutas renomados e bem-sucedidos Dr. Milton Erickson (hipnoterapia), Fritz Perls (gestalt) e Virginia Satir (terapia familiar sistêmica). Mais tarde, os padrões descobertos foram adaptados visando proporcionar uma capacidade pessoal de se comunicar de forma mais efetiva e também a realização de mudanças.
Apesar de sua popularidade, a PNL continua a causar controvérsia, particularmente para o uso terapêutico, e depois de três décadas de existência, permanece sem comprovação científica. Afirma que a experiência subjetiva humana da mudança jamais se repete, devido à percepção individual, que é um dos fatores que impede a comprovação. A PNL também tem sido criticada por não ter conseguido ainda estabelecer um órgão regulador e certificador que seja amplamente reconhecido a ponto de poder impor um padrão e um código de ética profissional.

PNL e liderança

Objetiva identificar e liberar habilidades de liderança, melhorar a eficácia na comunicação e nos relacionamentos, desenvolver e manter estados de excelência pessoal e abordar o trabalho de grupo com ecologia e visão sistêmica.

FONTE: Wikipédia 

Caráter

“Quando o conhecimento se torna sabedoria ele tem o poder de elevar o caráter. No final é meu caráter que levo comigo não minhas posses ou aquisições mas como elas moldaram meu caráter. Quando escolho cultivar sabedoria eu construo um belo caráter. Que hoje eu foque na qualidade do meu caráter.”
365 Beautiful Thoughts, Brahma Kumaris, Canada

5 de setembro de 2014

Mudança

“Não há maior professor do que nosso próprio exemplo prático. Para realmente beneficiar outros eu preciso ser um exemplo. Isso significa que devo ser o primeiro a mudar. Quando eu mudo, meu exemplo inspira outros. Quando absorvo poder espiritual, conhecimento e experiência minha transformação pessoal traz benefício a todos.”
365 Beautiful Thoughts, Brahma Kumaris, Canada
"Era uma vez um velho homem que vendia balões numa festa.
Para atrair compradores, o homem deixou um balão vermelho soltar-se e elevar-se nos ares.
Estava ali perto um menino.
Estava observando o vendedor e, é claro apreciando os balões.
Depois de ter soltado o balão vermelho, o homem soltou um azul, depois um amarelo e finalmente um branco.
Todos foram subindo até sumirem de vista.
O menino, de olhar atento, seguia a cada um.
Ficava imaginando mil coisas…
Uma coisa o aborrecia, o homem não soltava o balão preto.
Então aproximou-se do vendedor e lhe perguntou:
- Moço, se o senhor soltasse o balão preto, ele subiria tanto quanto os outros?
O vendedor de balões sorriu compreensivamente para o menino, arrebentou a linha que prendia o balão preto e enquanto ele se elevava nos ares disse:
- Não é a cor, filho é o que está dentro dele que o faz subir.
A diferença da nossa vida não está na aparência e sim no conteúdo"